investimento com rentabilidade mensal
Imobiliária Prates

Na hora de investir, procuramos por algo que garanta uma boa rentabilidade de investimento, no mínimo de prazo possível. Atualmente, existem diversas formas de investir e cada uma com um tipo de rentabilidade e tempos diferentes de retorno. Vamos ver algumas, dentre elas, uma ótima opção de investimento com rentabilidade mensal.

Poupança

Apesar de ser a forma de investir mais conhecida pelos brasileiros, há alguns anos a poupança está deixando de ser uma boa opção. Sua rentabilidade é calculada a partir de uma taxa de juros de 0,5% ao mês, aplicada a uma Taxa Referencial.

O risco é muito baixo, tem isenção do Imposto de Renda, mas seus rendimentos estão ficando quase sempre abaixo da inflação. Neste caso, você acaba perdendo dinheiro. Isso fez com que a poupança seja uma das menos procuradas.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário, ou CDB, é um título de renda fixa emitido por um banco. O investidor faz o empréstimo do seu dinheiro para a instituição financeira, recebendo juros como compensação. Existem dois tipos de CDB: os pré e os pós-fixados. 

No pré-fixado você sabe as taxas de juros do investimento no momento da aplicação. Já no pós-fixado, a remuneração será calculada por meio de um indexador contratado. O problema aqui é que se a instituição quebrar, ela pode não conseguir pagar o valor da dívida aos investidores.

Fundos de Investimento

Uma das modalidades que está na moda, os Fundos de Investimento vão reunir dinheiro de diversos investidores através de uma instituição. Esta instituição realiza as operações de mercado e remunera os investidores, que são divididos em três tipos: conservadores, moderados e ousados. Dependendo dos riscos e tempo de investimento, os ganhos podem ser maiores, mas é sempre bom realizar uma análise antes de sair investindo o seu dinheiro em qualquer empresa.

Tesouro Direto

No Tesouro Direto você compra Títulos Públicos Federais do Tesouro Nacional. Eles podem ser pré-fixados, pós-fixados, Tesouro SELIC, Tesouro IPCA e outros. Cada um traz uma oportunidade e possibilidade de lucros, mas eles geralmente são investimentos de longo prazo, não sendo uma boa opção para quem busca rentabilidade mensal, por exemplo. Para conseguir o máximo de aproveitamento do investimento, é recomendado esperar o término do título.

Ações

Esse tipo de investimento é muito visto no cinema, com grandes filmes retratando isso, como O Lobo de Wallstreet, com Leonardo DiCaprio. Mas, na vida real, não basta ter um rostinho bonito para fazer sucesso nessa área.

Ao comprar e investir em ações, você se torna sócio de uma empresa, já que as ações representam “pedaços” de uma empresa. Esses pedaços são negociados na Bolsa de Valores e caracterizam um investimento de alto risco.

É algo que demanda muito tempo, pois você precisa acompanhar o mercado e suas variações. Não pode faltar sangue frio e cautela na tomada de decisões. Então, se você não aguenta fortes emoções, mantenha-se longe deste investimento.

Investir em imóveis

Depois de passar por um período difícil, o mercado de imóveis voltou a crescer. Vários fatores favoreceram o crescimento do mercado imobiliário, como boas ofertas de crédito para a construção, estabilidade da inflação e juros baixos, além de uma boa demanda por imóveis. Uma área que estava sofrendo muito nos últimos anos, parece que levantou e continua bem. Apesar de ter crescido pouco, as vendas continuam com o saldo positivo. Segundo o Índice FipeZap, ao final do primeiro trimestre de 2019, as vendas de imóveis no Brasil, acumulam ligeira alta nominal de 0,24%.

Já na locação, as coisas estão ainda melhor. Curitiba, foi a cidade com o melhor aumento nominal de preço nos últimos 12 meses, somando 11,37%. Tudo isso por conta da alta demanda de locação. O que apresenta uma ótima possibilidade de rentabilidade mensal de investimento. Vale a pena continuar investindo em imóveis!

 

Alugar ou vender? A melhor rentabilidade mensal

Como já falamos com detalhes neste post, a locação de imóveis está valendo muito mais a pena do que vender, no momento. É garantia de rentabilidade mensal, redução de custos e valorização do seu imóvel. 

 

Quanto rende um imóvel alugado?

Um imóvel alugado garante uma rentabilidade mensal no aluguel e evita custos como condomínio, IPTU e conservação do imóvel. Que tal saber quanto é a rentabilidade do seu imóvel alugado? Para lhe ajudar, criamos a Calculadora da Rentabilidade. Basta você acessar e colocar as informações sobre o seu imóvel. A nossa calculadora vai te mostrar quanto você pode ter de renda e quanto de custos você vai economizar com seu imóvel alugado. Ela também calcula uma provável valorização de mercado, por isso com aluguel seu imóvel rende mais.  Acesse e calcule agora a rentabilidade do seu imóvel: http://bit.ly/30vFVpn.

Imobiliária Prates

Este artigo foi produzido pela Imobiliária Prates. Gostou? Compartilhe suas sugestões e dicas, nossos consultores vão adorar conversar com você. Deixe seu comentário abaixo!