Imobiliária Prates
Curitiba é destaque nacional em muitas áreas, mas a arte e a cultura têm lugar especial na cidade. A capital paranaense conta com espaços conhecidos nacionalmente como o Museu Oscar Niemeyer e o Teatro Guaíra, e eventos de peso como o Festival de Curitiba e a Oficina de Música. Assim, morar em Curitiba é respirar cultura. Quer conhecer melhor esse perfil da cidade? Confira neste post as principais atrações de Curitiba.

Curitiba respira cultura

Curitiba se destaca de outras cidades quando se trata de vida cultural, pois as atrações estão em vários lugares. Além dos espaços tradicionais, como teatros e museus, a cultura é disseminada em parques e praças. Outro diferencial é que a cidade oferece opções de fomento à cultura e ao entretenimento, transformando e melhorando o cotidiano dos moradores.

Aliás, cultura e lazer são aspectos importantes quando se fala de bem-estar e qualidade de vida. Esse tipo de atividade contribui para reduzir os níveis de estresse, além de estimular a criatividade.

Nos tempos atuais, é importante observar as orientações em relação à abertura e à circulação nesses espaços, respeitando as regras de distanciamento social.

Conheça a seguir os principais espaços em que a cultura é amplamente divulgada na cidade.

O que você vai conhecer neste artigo:

  • Espaços culturais de Curitiba
  • Parques de Curitiba
  • Praças de Curitiba

Leia também: Morar em Curitiba, a cidade perfeita para você

Conheça os espaços culturais de Curitiba

Teatro Guaíra

O Centro Cultural Teatro Guaíra é um complexo cultural sediado na Praça Santos Andrade, no centro de Curitiba. A sede do teatro é um marco do modernismo paranaense, com painel em concreto de Poty Lazzarotto.

Com capacidade para receber 2,8 mil pessoas, o complexo possui 16,9 mil m² e abriga três auditórios, sendo um dos maiores espaços culturais da América Latina. Recebe anualmente inúmeras atrações artísticas com destaque para shows nacionais e internacionais.

Conta ainda com quatro corpos artísticos: Escola de Dança, Balé Teatro Guaíra, G2 Cia. de Dança e Orquestra Sinfônica do Paraná.

Teatro do Paiol

O Teatro do Paiol foi inaugurado em 1972. Instalado em um paiol de munição do Exército desativado, no bairro Prado Velho, o prédio ganhou um projeto arquitetônico singular. Grandes nomes da música nacional já passaram pelos palcos do teatro, que também recebe extensa programação com artistas paranaenses.

Teatro Positivo

O Teatro Positivo é outro espaço cultural de Curitiba que se destaca. Com 2,4 mil lugares, foi inaugurado em 2012 e está entre os maiores teatros do Brasil. Com plateia disposta em formato de arena, com grande inclinação, possui excelente acústica e visibilidade. Também já recebeu em sua programação shows e eventos nacionais e internacionais.

Largo da Ordem

O Largo da Ordem é formado por um conjunto de prédios históricos, no centro de Curitiba. Considerado o coração do Setor Histórico, o largo conta com várias construções preservadas – dos séculos 18 e 19. Entre elas está a igreja mais antiga de Curitiba, da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas, fundada em 1737, que abriga também o Museu de Arte Sacra.

Também se destacam na região a Casa Romário Martins, que abriga exposições, e o Palácio Garibaldi, em frente ao Relógio das Flores – um dos cartões postais de Curitiba. O Largo da Ordem conta ainda com lojas, bares e restaurantes e recebe aos domingos a famosa feira de artesanato e antiguidades.

Sedia o Memorial de Curitiba, espaço cultural onde são promovidas atividades culturais múltiplas, como exposições e apresentações artísticas em seus auditórios.

O local foi inaugurado em 1996 e está instalado em área de 5 mil m², com paredes externas em vidro.

Música para todos os gostos

Curitiba oferece ainda opções culturais na área da música. O Conservatório de Música Popular Brasileira, por exemplo, mantém grupos como as orquestras à base de Sopro e de Cordas, além dos vocais Brasileirão e Brasileirinho. A cidade tem também a Camerata Antiqua de Curitiba, a mais importante do país na área de música antiga. A Fundação Cultural de Curitiba promove, desde 1982, a maior Oficina de Música da América Latina, com duração de 20 dias e com uma média de 2 mil alunos e público de 21 mil pessoas presentes em mais de 100 concertos.

Pedreira Paulo Leminski

Os espaços culturais de Curitiba são uma atração à parte. O Parque das Pedreiras, que abriga a Pedreira Paulo Leminski e o teatro Ópera de Arame, é um dos principais pontos turísticos da cidade. A Pedreira é um local para grandes eventos, com capacidade para 30 mil pessoas, e já teve em seu palco artistas nacionais e internacionais.

Ópera de Arame

É constituída por uma estrutura metálica que lembra arames e tornou-se marco arquitetônico para a cidade, pois foi construída em apenas 75 dias para abrigar a primeira edição do Festival de Teatro de Curitiba, em 1992. Traz um conceito urbanístico inovador marcado pela transformação de um ambiente afetado pela depredação humana em um local onde a ópera e o reaproveitamento de espaços se integram. Além do diferencial de estar situada em meio à natureza do local.

Jardim Botânico

Marca registrada de Curitiba, foi inaugurado em 1991. É um dos pontos mais visitados da cidade, inspirado nos jardins franceses, com um tapete de flores logo na entrada. A estufa, em estrutura metálica e vidro, abriga espécies botânicas da Mata Atlântica que são referência nacional, além de uma fonte d’água. O Museu Botânico instalado no local atrai pesquisadores de todo o mundo. O espaço conta ainda com Salão de Exposições e Auditório e abriga 114 esculturas de grande porte e três relevos entalhados em cascas de árvores.

Museus em Curitiba

Museu Oscar Niemeyer

O Museu Oscar Niemeyer (MON) é um dos projetos mais impressionantes do genial arquiteto. Abriga aproximadamente 7 mil obras de artes visuais, arquitetura e design e é considerado o maior museu da América Latina. Conta com cerca de 35 mil m² de área construída, com mais de 17 mil m² de área para exposições. À frente do edifício principal está o Olho – anexo com 30 m de altura e quatro pavimentos -, que tornou o projeto mundialmente conhecido como Museu do Olho.

No acervo do MON estão obras de artistas consagrados como Alfredo Andersen, João Turin, Miguel Bakun, Guido Viaro, Tarsila do Amaral, Cândido Portinari e Di Cavalcanti.

Solar do Barão 

O Complexo Cultural Solar do Barão, no centro, abriga o Museu da Fotografia, o Museu da Gravura, o Museu do Cartaz e a Gibiteca, além de salas de exposições, auditório e ateliês de cursos. A Gibiteca, inaugurada em 1982, é pioneira no País e desenvolve exposições, concursos de histórias em quadrinhos, cartuns e caricaturas, feiras e oficinas de criação. Tem mais de 10 mil filiados e um acervo de 45 mil exemplares. O Museu da Gravura abriga exposições do acervo e de artistas convidados, além de proporcionar cursos de gravura em metal, serigrafia, litografia e xilogravura. Seu acervo vai do paranaense Poty Lazzarotto à Picasso e Andy Warhol.

MuMA

O MuMA – Museu Metropolitano de Arte – está localizado no bairro Portão e exibe acervo permanente de artistas paranaenses e de Pancetti, Guignard, Di Cavalcanti, Djanira, Portinari, Mário Cravo, Burle Marx e a catalã Isabel Pons. Uma escultura de Tente Ohtake se destaca no pátio do museu. Lá também estão o Teatro Antônio Carlos Kraide, o Cine Guarani, a Biblioteca e o Clube de Xadrez.

Artesanato

O Centro de Criatividade de Curitiba, no bairro São Lourenço, foi criado utilizando-se da estrutura original de uma antiga fábrica de cola, composta por cinco pavilhões, com cerca de 2,5 mil metros quadrados. Funciona como um verdadeiro laboratório de criação, com ateliês permanentes de artesanato, artes plásticas e música, abertos à comunidade. Ali funcionam ainda o Teatro Cleon Jacques – espaço alternativo para apresentações de vanguarda -, a Biblioteca Augusto Stresser e a Casa Erbo Stenzel, com mostra permanente de esboços dos trabalhos do escultor que marcou a paisagem curitibana.

Cinema

Cine Passeio

Inaugurado em março de 2019, no centro de Curitiba, o Cine Passeio é um cinema de rua e complexo cultural mantido pela Fundação Cultural. O local funciona também como espaço dedicado à formação audiovisual e de inovação na área de economia criativa.

Conta com duas salas de cinema, espaços para eventos, coworking e café. Na cobertura funciona o Terraço Passeio, com tela para cinema ao ar livre.

A programação do Cine Passeio visa oferecer uma seleção diversificada e de qualidade, com curadoria exclusiva, incluindo filmes nacionais e internacionais, do circuito comercial, artístico, mostras e festivais.

Cinemateca

A Cinemateca de Curitiba visa a preservação da memória cinematográfica, a pesquisa e a documentação, bem como a formação e a difusão do cinema de arte. Possui um rico acervo de filmes (suportes em película e digital), além de biblioteca especializada em cinema, banco de dados, materiais e componentes cinematográficos, cartazes, equipamentos antigos, câmeras, projetores em exposição permanente e disponíveis para pesquisas, consultas e visitas. 

No local são promovidos cursos de cinema e sessões de filmes clássicos e cult, lançamentos da cinematografia mundial, nacional e local, mostras, retrospectivas, seminários, palestras, debates e encontros. A Cinemateca é ainda espaço de prospecção e preservação do cinema do Paraná.

Parques

Parque Tingui

Curitiba também valoriza seus parques com atividades culturais e que homenageiam as etnias que formaram sua população. O Parque Tingui, por exemplo, abriga o Memorial Ucraniano, com um portal em uma réplica da antiga capela de São Miguel, da Serra do Tigre, município de Mallet (PR). A réplica foi construída em madeira, em estilo bizantino, e abriga uma exposição permanente de pêssankas (ovos pintados à mão), ícones e bordados.

Bosque do Papa

O Memorial da Imigração Polonesa, mais conhecido como Bosque do Papa, conta com área verde que propicia um belo passeio. Além disso, proporciona o contato com as tradições dos imigrantes poloneses, com exposição de objetos tradicionais da cultura polonesa. A primeira das casas tradicionais polonesas que enfeitam o bosque foi abençoada pelo Papa João Paulo II quando esteve na cidade, em 1980.

Parque Barigui

Um dos parques mais frequentados de Curitiba, o Barigui é também um dos principais cartões postais da cidade. O local conta com churrasqueiras, quiosques, pistas para caminhada, quadras poliesportivas e equipamentos para ginástica. 

O parque sedia o Museu do Automóvel, parque de exposições e centro de convenções, e possui estacionamento e restaurante. Além disso, é morada de animais nativos como pássaros e as famosas capivaras – símbolo de Curitiba.

Praças

Praça do Japão

Assim como os parques, as praças também homenageiam os colonizadores e convidam ao relaxamento e à convivência. A Praça do Japão foi construída em homenagem aos imigrantes japoneses que chegaram a partir de 1910.

Uma das praças mais bonitas da cidade, fica no bairro Água Verde, e tem em torno de 30 cerejeiras – enviadas do Japão -, e lagos artificiais em estilo japonês. Em 1993, foi construído no local o Portal Japonês e o Memorial da Imigração Japonesa.

Praça da Espanha

Foi inaugurada em 1955 e possui uma área de 6.500 m². Recebeu esse nome em homenagem à colonização espanhola. É considerada um espaço cultural que atrai pessoas de todas as idades, devido aos seus eventos. Aos sábados recebe a feira de antiguidades onde aproximadamente 18 barracas se reúnem para as práticas de vendas e trocas de objetos para colecionadores. Entre os mais comuns pode-se encontrar selos, moedas, flâmulas, aparelho de telefone, louças, joias, carrinhos em miniaturas, brinquedos, eletrodomésticos da década de 1960 à 1970.

Praça Rui Barbosa

Na praça está localizado o principal terminal de transporte urbano, unificando várias linhas de ônibus do centro da capital com alguns dos mais importantes bairros, além da principal Rua da Cidadania Matriz de Curitiba, que oferece serviços como restaurantes populares, lojas comerciais e uma unidade da URBS e o prédio histórico da Santa Casa de Misericórdia.

Praça Tiradentes

É considerada oficialmente o local onde Curitiba nasceu e a mais antiga praça da cidade. Na praça encontra-se o monolito histórico, com a Cruz de Cristo, que simboliza a justiça e a caracterização das vilas pelo poder legalmente constituído por meio do decreto do rei de Portugal em 29 de março de 1693. Há também a referência de nível de Curitiba, o Marco Zero da cidade, que é utilizado para referências geodésicas, de onde são medidas e encontradas todas as distâncias da Terra. Além de uma estátua em homenagem a Joaquim José da Silva Xavier.

Uma característica da cultura que se estende no município é que esses espaços foram incorporados pela população e preservados não apenas como locais para  eventos e programações artísticas, mas transformados em acervos culturais da cidade. E essa é uma das grandes vantagens de morar em Curitiba.

Morar em Curitiba

Se você deseja aproveitar tudo o que a cidade tem a oferecer e pretende usufruir da qualidade de vida de Curitiba, fale com a Prates para encontrar o seu imóvel na cidade.

A Prates atua há 21 anos no mercado imobiliário curitibano prestando com excelência os serviços de vendas, locação e administração de imóveis residenciais. 

Atuamos também na locação e venda de imóveis comerciais, buscando sempre soluções estratégicas para pequenas ou grandes empresas, redes e franquias. Disponibilizamos locação built-to-suit, garantindo as melhores ofertas em todos os segmentos do mercado. Oferecemos suporte à tomada de decisão e o acompanhamento comercial e jurídico para a concretização do melhor negócio para você. 

Também conhecemos os melhores bairros da cidade e podemos te mostrar várias opções de onde morar em Curitiba.

Além disso, prevemos e antecipamos as movimentações do mercado. Nos adaptamos às novas tendências todos os dias, a fim de orientar nossos clientes e investidores a fazer um negócio ágil e seguro. Acesse nosso site e faça um excelente negócio.

 

Quer saber mais sobre como é morar em Curitiba? Clique aqui para ler um post do nosso blog com 8 vantagens de morar na cidade.

Imobiliária Prates

Este artigo foi produzido pela Imobiliária Prates. Gostou? Compartilhe suas sugestões e dicas, nossos consultores vão adorar conversar com você. Deixe seu comentário abaixo!