Agência Cupola

Comprar um imóvel sempre foi sinônimo de investimento seguro. Principalmente porque imóveis são produtos que têm grande potencial de valorização. Seja pela localização, seja pela demanda de moradia que sempre está em crescimento no Brasil. Porém, no momento em que vivemos uma pandemia, será que isso ainda se mantém? Antes que você pense, a resposta é: sim. Veja porque esta é a hora de comprar um imóvel.

De acordo com pesquisa do DataZAP, braço de inteligência imobiliária do Grupo ZAP, 60% dos brasileiros acham que o cenário atual é o melhor momento para comprar um imóvel.

Outro levantamento, realizado pela FipeZAP, aponta que 58% dos brasileiros adquiriram imóvel para moradia, enquanto 42% compraram para investimento. Entre os objetivos desses investidores estão obter renda com aluguel (entre 60 e 63% dos entrevistados) e revender no futuro (entre 37% e 40% dos entrevistados).

O principal motivo para esse crescimento na venda de imóveis se deve, principalmente, à queda na taxa Selic, que atingiu seu menor patamar histórico, hoje em 2% ao ano. Fator que provocou uma queda significativa nos juros das linhas de crédito imobiliário, tornando o financiamento imobiliário até 30% mais barato.

A concorrência entre os bancos também beneficia quem quer comprar um imóvel, uma vez que a busca pelo cliente faz com que as instituições bancárias ofereçam condições mais favoráveis aos empréstimos no segmento imobiliário.

Porém, antes de comprar um imóvel, é preciso tomar alguns cuidados para garantir uma negociação segura. Para te ajudar nesse processo, listamos algumas dicas de como comprar imóvel com segurança. Confira!

Cuidados na hora de comprar um imóvel

Para evitar dores de cabeça, você precisa tomar alguns cuidados na hora de comprar um imóvel. Verificar a documentação, checar as condições do imóvel e pensar nas características que melhor se encaixam nas suas necessidades são alguns desses cuidados. Veja a seguir os cuidados na hora de investir em um imóvel.

Pense nas suas necessidades

O primeiro passo para comprar um imóvel é definir o que você e sua família precisam para viver com conforto e tranquilidade. De quanto espaço você precisa? Você quer vagas de garagem e áreas de lazer? Ainda: qual o estado de conservação do imóvel? Quais são as suas condições financeiras para esse investimento? 

De acordo com o perfil dos moradores serão definidos quesitos como número de quartos, banheiros e suítes. Necessidade ou não de espaço para escritório, programar um quarto a mais se pretende aumentar a família, áreas exclusivas para crianças ou para os pets também são pontos a serem observados. Assim como opções com salão de festas e espaço fitness. Tem algo indispensável para você? Pense no tamanho da sua família e nas suas necessidades diárias. Analise principalmente sua renda mensal, custos de mobilidade, serviços básicos nas proximidades e toda a infraestrutura do bairro onde pretende morar.

Analise a localização do imóvel

Um bairro bem localizado é um fator determinante no valor de um imóvel. Bairros tradicionalmente residenciais tendem a ser mais valorizados, por ser mais procurados. Mas, se sua opção for para investimento, imóveis em avenidas comerciais são uma ótima escolha para rendimento de alugueis.

No entanto, imóveis localizados em vias expressas, por exemplo, podem causar o efeito contrário, principalmente pelo excesso de barulho. 

Para muitas pessoas, também, o fato de o imóvel estar em uma região arborizada e em uma vizinhança segura e agradável é muito importante. Já para outras, o mais importante é o acesso ao transporte público. 

Sendo assim, avalie se o imóvel está localizado em uma região segura, com boa infraestrutura e se está próximo ao seu local de trabalho ou à escola das crianças. 

Analise a estrutura do imóvel

No caso de imóveis usados, é sempre importante ter um olhar mais atento à estrutura do imóvel. Verifique, por exemplo, instalações hidráulicas, elétricas e a condição dos pisos e acabamentos. 

Preste atenção também em fatores como ventilação, incidência de luz solar e iluminação nos ambientes. Se o imóvel estiver em condomínio, avalie a estrutura das áreas comuns. 

E, caso não tenha o conhecimento necessário para fazer essas análises, peça auxílio profissional de uma imobiliária de confiança.

Verifique a documentação para compra de imóvel

Para evitar surpresas, tenha muita atenção com os documentos do imóvel e do proprietário, que devem preferencialmente ser analisados por uma imobiliária de confiança. 

Essa análise serve para garantir um acordo justo entre as partes e evitar qualquer tipo de entrave no momento de fechar negócio.

Em relação à documentação do imóvel, confira se o imóvel está livre de dívidas, se o IPTU está em dia, se há averbação da construção junto ao Registro de Imóveis, registro de ações reipersecutórias e alienações (comprovando que o imóvel não foi vendido informalmente).

Também é necessário avaliar a declaração negativa de débitos condominiais (em casos de imóveis em condomínios), planta baixa, ART do engenheiro responsável pela obra e alvará de utilização (carta de “Habite-se”).

Já em relação ao proprietário e vendedor, solicite os documentos que comprovem a idoneidade do mesmo, como RG, CPF, certidão de nascimento, certidão negativa de débitos e outros. 

A lista de documentos pode variar de acordo com o tipo de imóvel que você está comprando e se o vendedor é pessoa física ou jurídica. De novo: para não correr riscos e acabar fechando um mau negócio, peça auxílio profissional de uma imobiliária de confiança.

Analise o contrato de compra e venda

Depois de tomar todos os cuidados anteriores, é chegada a hora de fechar negócio. Nesse momento, é imprescindível que você analise com muito cuidado o contrato de compra e venda do imóvel. Leia atentamente todos os pontos e verifique se tudo o que foi combinado durante a negociação está de acordo com o que consta no documento. Analise também se os dados do imóvel estão corretos. 

Para isso, o ideal é contar com o auxílio de alguém especialista em direito imobiliário. 

Tenha uma reserva financeira

Faça uma reserva financeira para a escritura, o registro de imóvel e para as taxas de cartório. Em média, esse custo corresponde a cerca de 4% do valor de compra do imóvel. Esse percentual é variável porque as taxas são municipais e estaduais e o valor oscila de acordo com o valor do imóvel.

Por isso, é muito importante considerar esse custo no seu planejamento financeiro.

Imóveis para comprar em Curitiba

Esses são os principais pontos a serem considerados antes de investir em um imóvel. Eles são importantes, por isso leve todos em consideração no momento da busca por um novo lar. 

Agora que você já sabe como comprar um imóvel e está pronto para escolher o seu, conte com a Imobiliária Prates para encontrar imóveis à venda em Curitiba.

Prefere morar em bairro nobre ou busca um bairro mais tranquilo em Curitiba, afastado do Centro? Casa grande, sobrado espaçoso em condomínio fechado ou loft em Curitiba? Independentemente da sua demanda, se você está pensando “quero comprar casa em Curitiba”, com a expertise de um time de especialistas no mercado imobiliário, a Prates pode te ajudar a encontrar o imóvel ideal para você e garantir uma negociação totalmente segura. 

Dúvidas na hora de comprar um imóvel? Visite o site da Prates e saiba mais!